Materno-Infantil de Barcarena implanta Comitê de Gerenciamento de coronavírus

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), unidade gerenciada pela Pró-Saúde em Barcarena, criou, após reunião de gestores nesta segunda-feira (16), o Comitê de Gerenciamento Covid-19 da unidade. O objetivo é discutir medidas preventivas contra a pandemia da doença e determinar as ações que serão realizadas na unidade. O coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus, conhecido oficialmente como Covid-19, foi descoberto em 31/12/2019, após casos registrados na China, e já está circulando no país.

O Comitê é composto pela diretoria Hospitalar, Técnica e Assistencial, e membros da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), Coordenação de Apoio e Comunicação. Já na primeira reunião, foram acordados planos de ações preventivas à doença. “A estratégia é trabalhar na prevenção, orientação e conscientização referente ao Covid-19, tanto para colaboradores, como para pacientes e acompanhantes”, explicou o diretor Hospitalar do HMIB, Fábio Machado.

A diretora Técnica, Mary Mello, em parceria com a CCIH, apresentou uma aula sobre o que é a doença, seus sintomas e métodos de prevenção. “Se cada um fizer a sua parte, todos se beneficiam. Sempre precisamos tomar bastante cuidado com as informações que compartilhamos em rede sociais, as fakes news são muitas, e acabam atrapalhando nesse processo”, alertou a diretora.

Mary explica ainda, quais são as condutas seguidas em casos suspeitos da doença ”Em situação de alerta, o paciente é isolado. A Secretária de Saúde Municipal é acionada para coleta de exames e o caso é inserido no Sistema de Regulação Estadual, para transferência ao centro de referência. Caso os sintomas sejam leves, o paciente é medicado e orientado a realizar isolamento domiciliar, e é realizada a notificação do caso para o município”, finalizou Mari.

O Materno-Infantil de Barcarena é uma unidade referência em média e alta complexidades para 11 municípios do Baixo Tocantins, sendo o público-alvo mulheres gestantes e recém-nascidos. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

**Como prevenir:**

• Sempre lavar as mãos com água, sabão e, se possível, álcool em gel;

• Não coçar os olhos e nem colocar a mão na boca;

• Optar pelo uso de lenços descartáveis para limpeza ocular;

• Cobrir o nariz e/ou a boca ao espirrar e/ou tossir com lenços de papel descartáveis;

• Não compartilhar objetos de uso pessoal;

• Limpar regulamente o ambiente e mantê-lo ventilado.

**Sobre a Pró-Saúde**
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.